Conheça um pouco da trajetória de Edmar “O Sargento”: Uma História de Luta - Jornal da Ilha Grande Piauí

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Conheça um pouco da trajetória de Edmar “O Sargento”: Uma História de Luta

Edmar Pereira dos Santos, mais conhecido como Edmar “o Sargento”, casado com Silvana Cabral dos Santos, tem dois filhos: Suelem (15) e Vinícius (16), nasceu em 09/jun/1973, no município de Ilha Grande, Estado do Piauí, seu pai é o pescador: Raimundo Vieira dos Santos Filho e a mãe é a feirante: Maria Pereira Lima dos Santos.
Quinto filho de uma prole de DEZ, sendo 06 homens e 04 mulheres.
Aos 16 anos foi em busca de emprego em Curitiba-PR, onde concluiu  o 2º grau, Cursou o Técnico em Contabilidade e trabalhou numa empresa de alimentos, prestando serviços para a Bosh do Brasil,  depois passou a trabalhar numa organização não governamental de nome Xapinhal, onde desenvolveu projetos com Associação de Bairros, Imprensa Comunitária (Jornal e Rádio),  participou ativamente do Movimento de Rádios Comunitárias, que culminou com a Criação da Associação Estadual de Ondas Livres de Rádios Comunitárias, prestou assessoria para diversas rádios do Paraná e trabalhou com fundações, associações e outras organizações populares.




Foi um dos Fundadores do grupo de jovem - Juventude Unida em Cristo, hoje com 22 anos de existência e um dos mais bem consolidados da Paróquia N. Sra. Auxiliadora, na comunidade N. Sra. da Luta, do qual saíram várias lideranças da Igreja Católica.

Saindo do Xapinhal, prestou serviço na COOPERCOM - Cooperativa de Comunicação de Curitiba.  Lá era produzido o JORNAL FOLHA POPULAR, de circulação estadual semanal, voltado às organizações populares e de classe (sindicatos, associações, grupos de defesa dos direitos sociais, grupos de igrejas, etc...).

Depois trabalhou na CÂMARA MUNICIPAL DE CURITIBA, assessorando o Vereador Adenival Gomes-PT.

Em 2002, ingressou na UFPR  - Universidade Federal do Paraná no Curso de Ciências Sociais mas, voltou a Ilha Grande, antes de terminar o curso.

Após 12 anos em Curitiba-PR, com uma experiência acumulada com trabalhos populares e organizações não governamentais, não suportando mais a saudade, retornou para Ilha Grande e pro seio de sua família, com a esperança de contribuir e mudar no que for possível a realidade local, para que os seus jovens não mais precisem viver longe de sua terra e de suas raízes.

Edmar, “O Sargento” faz um trabalho de base, empregando a experiência adquirida em Curitiba e aprendendo com as pessoas da terra a trabalhar com simplicidade, força e perseverança, contando sempre com sugestões e propostas do povo diretamente.

Como experiência política:
Disputou a primeira eleição em 2004, ficando na 1ª suplência.
Mas em 2008 foi eleito sendo o único a dar expediente no gabinete, atendendo as demandas da comunidade como: participante voluntário da Equipe da Defesa Civil do Município, abertura dos portos (Batista Pedro, Zé Guilherme, outros), luta pela luz e água do conjunto habitacional Nova Vida, Abertura da sede dos correios (luta desde 2009 e continuo cobrando), Projeto Contenção das Dunas, estrada para o Canto do Igarapé, água para o Bairro Vila Nova e rua dos Buriti do Bairro Cal, auxílio em informações Previdenciárias, apoio  aos Pescadores Artesanais, acompanhamento a Associação dos Pescadores de Manjuba, Lei que criou o Conselho Municipal da Juventude, Ajuda aos Artesãos do Barro Vermelho, acompanhamento da luta pela terra da família do Pedro Militão, participação em mutirões da casa própria, etc...

Em 2012, foi reeleito começando o SEGUNDO MANDATO, sendo o único a ser reeleito neste pleito e tendo como marcas do mandato:
O apoio aos grupos ligados ao setor produtivo como: Associação dos Pequenos Agropecuaristas e Criadores de Ilha Grande, Associação dos Catadores de Mariscos de Ilha Grande, Grupo das Hortas Comunitárias, etc...
A criação de Leis como: Lei do Ficha Limpa, Lei da Semana de Combate as Drogas, Lei do Wi-Fi Gratuito, Projeto Dê Nome a Sua Rua,...
A luta pela Melhoria da Estrutura do Município e Respeito ao Meio Ambiente: Expansão da Rede de água do Bairro Pantanal, Água para o Barro Vermelho, Acesso da Rua Projetada 88, 08 e travessa 08, Estrada Ecológica, Expansão da Rede de Energia Elétrica (ainda em andamento), etc

Em setembro de 2015, depois de 22 anos de filiado ao PT – Partido dos Trabalhadores desfiliou-se e encontra-se atualmente sem partido.

Faz parte dos quadros da Secretaria Estadual de Educação, sendo vigilante no Colégio Estadual Marocas Lima.

Como formação profissional fez cursos pela Escola do Governo-ISEAF, de Educação Ambiental e Administração.

E está Fazendo Curso Superior em Administração, pela FADIRE – Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional.
Edmar e familia


Em 2016, coloca seu nome para concorrer a prefeitura de Ilha Grande, tendo como principais bandeiras de lutas:
- A Geração de Emprego e Renda principalmente através das organizações dos trabalhadores do setor primário: Pesca, Artesanato, Agricultura, Pequenos Criadores, Catadores de Caranguejo, Catadores de Mariscos, dentre outros;
-  no Setor de serviços: o Turismo e o Comércio;
- A melhoria da Estrutura e urbanização de Ilha Grande (luz, água, estradas e comunicações);
- Investimento em Esporte e capacitação pros jovens;
- A implantação do Projeto Compra Direta e
- do Projeto Reciclar Gerando Cidadania.

Ascom: Edmar O Sargento
redacao@jornaldailhagrande.com.br