Dr. Hélio propõem debate sobre adoção - Jornal da Ilha Grande Piauí

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Dr. Hélio propõem debate sobre adoção




O deputado Dr. Hélio (PR) anunciou da tribuna que pretende requerer uma audiência pública para debater os processos de adoção de crianças, que ele considera muito lentos, chegando a até quatro anos de duração. Ele citou casos de pessoas que lutam e não conseguem uma adoção, por mera burocracia. O parlamentar levou a tribuna dados a respeito da situação dos processos de adoção no Brasil, onde a maioria prefere bebês, e 87,42% das crianças aptas a serem adotadas têm mais de cinco anos. Mais: 26,33% dos futuros pais adotivos só aceitam crianças brancas.

Alguns dos dados apresentados pelpo deputado dizem respeito ao levabtamento divulgado no último 25 de maio, associações e órgãos do Estado realizaram eventos para lembrar o Dia Nacional da Adoção. Muitos deles incentivavam a chamada adoção tardia, a recepção de crianças de faixa etária mais elevada, o que poderia ajudar a resolver o impasse existente no Brasil: há 5,6 mil crianças precisando de adoção, mas a maioria não se encaixa no perfil desejado pelas mais de 30 mil pessoas querendo adotar.

Dr. Pessoa (PSD) disse em aparte que o Rio de Janeiro já tem uma legislação mais branda para adoções. Ele citou uma dificuldade em sua própria família, quando sua filha mais nova, de 21 anos, tentou adotar uma criança e não conseguiu.

Dr. Hélio falou também daquelas pessoas que fazem exigências para uma adoção, como a de que a criança seja branca, daí ele considerar a necessidade de uma audiência pública para se ter também um processo educativo. O deputado citou estatísticas que mostram um número muito maior de famílias querendo adotar do que de crianças esperando adoção.



Raimundo Cazé – Edição : Katya D’Angelles 
Publicado Por: Júnior Luz