Nota máxima divulgada por aluna de Gilbués-PI tem probabilidade de não ser verídica - Jornal da Ilha Grande Piauí

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Nota máxima divulgada por aluna de Gilbués-PI tem probabilidade de não ser verídica

No ultimo dia 18 de Janeiro, por meio do Portal O DIA, uma notícia repercutiu Nacionalmente, alegrando a todos no estado do Piaui, por ser um dos 77 alunos no Brasil a ter alcançado tal pontuação em redação.
A notícia de que uma jovem do interior do Piauí, mais especificamente da cidade de Gilbués no extremo sul piauiense que supostamente teria obtido nota máxima na redação do ENEM 2016 deixou todos felizes, professores, colegas e toda a pequena cidade de 13 mil habitantes felizes com o feito da jovem. Essa semana após várias tentativas de contato com a jovem para entender como uma treineira do 2° ano do ensino médio teria tido acesso às notas, o Portal R10 entrou em contato com a SEDUC-PI, já que essa categoria segundo o MEC só teria a oportunidade de conferir as notas a partir do dia 20 de Março. A SEDUC-PI emitiu uma nota ao Portal R10. Segue nota:
"Após solicitação da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC-PI), a aluna Ana Clara Lira Cruz, da Unidade Escolar Fausto Lustosa (Gilbués), não pôde comprovar a autenticidade da informação, visto que ela é estudante do 2º ano e fez a prova como treineiro e desta forma a nota dela só estará disponível no dia 20 de março. Assim, a SEDUC não corrobora a informação que ela fez a referida pontuação como a própria afirma."
O Portal R10 entrou em contato com Viviane Cechet Setragni proprietária do Portal Corrente, pois fez uma ultima Reportagem com o tema Conheçam a rotina da estudante que tirou nota máxima em redação na cidade de Gilbués-PI, onde o Portal R10 obteve uma declaração da mesma! Segue declaração:
“Fiquei muito empolgada com a reportagem publicada em um blog de Gilbués e cheguei a reproduzi-la no Portal Corrente. Com a repercussão, decidi ir pessoalmente na casa dela e fazer uma entrevista. Fomos recepcionados pela tia, o avô e o pai, mais a professora de redação, que concedeu entrevista junto com a menina. Depois que a notícia foi publicada a SEDUC-PI fez contato conosco, perguntando pelas notas e informando que eles não tinham comprovação do desempenho dela. De boa fé, entramos em contato com a Ana Clara por telefone, ao qual ela respondeu que não tinha internet em casa, mais uma contradição, pois ela disse na entrevista que acessava a internet em casa, e que nos daria uma resposta. Já fazem dois dias.
As próprias autoridades do município acreditaram na menina e chegaram a declarar que a homenageariam em solenidade oficial.
Lamentamos o fato de que ela não reconheça que possa ter cometido um equívoco, agindo com total irresponsabilidade. Nossa entrevista foi publicada nos maiores portais de Teresina, dada a credibilidade do Portal Corrente como referência no extremo sul do estado, causando certo constrangimento pela inverdade publicada, Esperamos que a adolescente receba o devido acompanhamento psicológico.
A direção da Unidade Escolar Fausto Lustosa, disse que so irá se pronunciar após a nota oficial no dia 20 de Março.
Abaixo uma demonstração de como são disponíveis as notas do Enem 2016, e outra nota da aluna Maria Eduarda de Aquino C. Ilha, do estado do Rio de Janeiro, que atingiu nota máxima em redação no Enem 2015.
-Fonte:Portal R10