Mais de 27 mil piauienses ainda não realizaram a declaração de Imposto de Renda. Prazo se encerra hoje

O prazo final para a declaração de Imposto de Renda 2018 termina nesta segunda-feira (30). No Piauí, são esperadas cerca de 230 mil declarações e, até o momento, ainda faltam serem realizadas no sistema da Receita Federal mais de 27 mil declarações.
Em entrevista realizada na manhã desta segunda-feira (30), o delegado da Receita Federal de Teresina, Eudimar Alves, explica que durante todo o dia de hoje o programa da Receita Federal receberá normalmente a declaração de que não a realizou ainda.
O delegado da Receita Federal em Teresina, Eudimar Alves, e auditores fiscais do órgão (Foto: Wanderson Camêlo/Portal AZ)
O delegado da Receita Federal em Teresina, Eudimar Alves, e auditores fiscais do órgão (Foto: Wanderson Camêlo/Portal AZ)
“O programa só fecha um segundo antes da meia noite, portanto ainda dá tempo. Aquele que não fez, reunir a documentação e procurar fazer da forma mais completa possível. Ainda que você tenha dificuldade em reunir 100% dos documentos, faça a declaração e transmita dentro do prazo para evitar aquela multa regulamentar que tem o valor mínimo de R$ 165,74, mas que pode chegar a 20% do imposto devido”, afirma Eudimar Alves.
Deve declarar o imposto quem teve rendimentos tributáveis em 2017 superiores a R$ 28.559,70, quem teve rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil e trabalhadores rurais com receita bruta maior que R$ 142.798,50 anuais.
Segundo o delegado, as restituições dos impostos serão feitos a partir do mês de junho e será dividida em oito lotes, que irão ser entregues até dezembro. Ele fala que quem declarou o imposto primeiro, receberá a restituição mais rapidamente. Existem também os casos prioritários no recebimento da restituição, que são idosos, quem possui alguma deficiência física ou mental e professores.
Eudimar Alves Ferreira.
Eudimar Alves Ferreira.
“O importante é o contribuinte ser completo na sua informação em relação aos rendimentos. Não esqueça daqueles rendimentos que são eventuais, que a pessoa só teve uma ou duas vezes no ano. Todos os rendimentos devem ser informados, como os de aluguéis, por exemplo, pensões alimentícias recebidas, eventuais ações judiciais recebidas no ano”, explica o delegado Eudimar Alves.
O declarante pode acompanhar seu processo de declaração através do site da Receita, onde o contribuinte ficará sabendo se há alguma pendência ou inconsistência na sua declaração, podendo assim regularizar sua situação com a Receita Federal.
“Essa pesquisa do extrato da declaração é uma pesquisa completa. Você cria um código justamente para ter um acesso mais qualificado às informações. A Receita pode orientar em relação ao extrato por meio dos seus serviços de autoatendimento orientado, que funcionam na própria sede da Receita, Espaço Cidadania no Rio Poty Shopping e também mantemos esse atendimento orientado através de estudantes de ciências contábeis nos núcleos de apoio contábil e fiscal que funcionam em instituições de ensino superior”, diz o delegado.
TAG