Queda de helicóptero no MA mata médico piauiense de São Raimundo Nonato - Jornal da Ilha Grande Piauí

domingo, 1 de abril de 2018

Queda de helicóptero no MA mata médico piauiense de São Raimundo Nonato

A queda de um helicóptero no Norte do Maranhão vitimou o médico anestesista piauiense Jonas Eloi da Luz, natural de São Raimundo Nonato, na tarde deste domingo (1º/04). A confirmação é da Secretaria de Segurança Pública do estado vizinho (SSP-MA), por meio de nota à imprensa. O piloto Alfredo Oliveira Barbosa Neto e Rodrigo Capobiango Braga e José Kléber Luz Araújo (médicos) também morram no acidente.
Queda de helicóptero no Maranhão vitimou o médico anestesista piauiense Jonas Eloi da Luz, natural de São Raimundo Nonato (Foto: Montagem OitoMeia)
Informações de blogueiros e demais veículos de comunicação do Maranhão destacam que o piauiense era o dono da aeronave e que, há muitos anos, não residia mais no Piauí. Rodrigo Capobiango era especializado na área vascular, enquanto o piloto e policial civil Alfredo Barbosa, por sua vez, foi integrante do Centro Tático Aéreo. As investigações ficarão sob a responsabilidade do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Aeronáutica.


O ACIDENTE
Informações preliminares do portal maranhense Imirante.com pontuam que o helicóptero saiu da cidade de Lima Campos, a 258 km de São Luís, com destino a Paço do Lumiar, na Região Metropolitana da capital daquele estado. Por causa do mau tempo, a aeronave voava baixo e bateu em uma árvore. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de São Luís para serem periciados e depois liberados para as famílias.
Informações de blogueiros e demais veículos de comunicação do Maranhão destacam que Jonas Eloi da Luz era dono do helicóptero (Foto: Reprodução Imirante.com)
Imediatamente após o acidente, equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, uma ambulância e um caminhão de combate a incêndio foram mobilizados para a operação de resgate das quatro vítimas, então presas nas ferragens do helicóptero. O sargento Alexon Fontenele, da PM maranhense, disse ao PortalOitoMeia que o médico piauiense trabalhava em hospital municipal, em São Luís.