Ação que resultou em mortes de assaltantes gera polêmica; Fábio Abreu é criticado e Cabo Mota defende - Jornal da Ilha Grande Piauí

terça-feira, 7 de maio de 2019

Ação que resultou em mortes de assaltantes gera polêmica; Fábio Abreu é criticado e Cabo Mota defende



A ação das Polícias do Piauí e do Ceará, que resultou na morte de pelo menos oito envolvidos nos assaltos a bancos na cidade de Campo Maior tem gerado algumas discussões nas redes sociais, especialmente em grupos de Whatsapp.

É que existe uma turma ligada à grupos de Direitos Humanos que têm criticado a forma como a Polícia agiu e como parte da imprensa têm divulgado. Acreditam que há um exagero, como se houvesse um clima de “comemoração” com as mortes dos assaltantes.

Além disso há críticas direcionadas particularmente ao secretário estadual de Segurança Pública Fábio Abreu. É que algumas das fotos divulgadas na imprensa mostram o deputado federal licenciado nas ações policiais em clima de propaganda à sua imagem. É que Fábio Abreu é pré-candidato a prefeito de Teresina.Entretanto, muita gente saiu em defesa da ação dos policiais e do próprio Fábio Abreu. Um desses defensores foi o intrépido Cabo Mota. Para quem não o conhece, Cabo Mota é um sucesso nas redes sociais. Ele costuma compartilhar seu dia a dia, desde o trabalho como policial como momentos de lazer, pelo Instagram.

Alguns dos áudios de Cabo Mota, em grupos de Whatsapp que faz parte, repercutem e se espalham rapidamente. Em um desses grupos, ele defendeu a ação da Polícia e a presença de Fábio Abreu a frente da operação que prendeu assaltantes de banco e deixou, até agora, oito mortos. “Falar mal tem para mais de mil. Agora tem que aplaudir de pé o que a Polícia fez, a do Piauí e a do Ceará. E na frente o capitão Fábio Abreu. Tem que tirar o chapéu pro homi. Aí vem meia dúzia de oposição falar da vida alheia. Vamos aplaudir nossos policiais, que são guerreiros, que têm coragem. E oito bandidos morreram. Estão no inferno da pedra e têm é que morrer. Vagabundo é na bala. Quem está do lado da inveja, não fale mal não! Vamos aplaudir. Bandido bom é bandido morto. É uma meia dúzia que critica, com dor de cotovelo”, afirmou Mota no áudio. Aperte o play e ouça: