Mãe é condenada pela justiça por matar a facadas homem que abusou da sua filha - Jornal da Ilha Grande Piauí

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Mãe é condenada pela justiça por matar a facadas homem que abusou da sua filha


   CLIQUE NESTE LINK ->   https://bit.ly/2WA48fv

Com uma faca de cozinha na mão, uma mulher de 52 anos percorreu pouco mais de dois quilômetros para chegar a um prédio abandonado. Ela ouviu os gritos desesperados de sua filha e quando entrou, viu três homens nus que se revezavam para estuprá-la.
Sem hesitar por um segundo, a mãe esfaqueou o homem que naquele momento abusou sexualmente da garota e o matou. Então ela feriu gravemente os outros dois cúmplices e salvou sua filha. A mulher foi chamada por sua ação como “Mama Leona”.
Segundo o site Elsalvador, Tudo começou quando uma amiga de sua filha entrou em sua casa gritando que três homens tinham sequestrado a menina de 27 anos e a levado para um prédio antigo, de acordo com uma publicação do jornal La República.
Após o fato, a mãe correu primeiro para a delegacia de polícia para pedir ajuda da polícia, as autoridades não prestaram atenção ao seu pedido. Naquela época, ela foi para a casa dele, pegou uma faca que costumava preparar o jantar e foi em busca de sua filha, o evento ocorreu na África do Sul.

Ela foi capturada julgada e condenada por assassinato e tentativa de assassinato, mas seu caso chocou toda a África do Sul e eles conseguiram levantar 10 mil euros para pagar sua defesa. Após três semanas, os casos foram abandonados e ela foi libertada.
Enquanto os violadores que sobreviveram foram condenados a 30 anos de prisão. Eles foram identificados como Zolisa Siyeka, 24, e Mncedisi Vuba, 31; o falecido como Zamile Siyeka, 24 anos de idade. O caso foi divulgado na data de 19 DE DEZEMBRO DE 2018 ás 10:29.