Meu filho não vai à escola porque amigos chamam ele de filho de estuprador, diz Neymar - Jornal da Ilha Grande Piauí

domingo, 16 de junho de 2019

Meu filho não vai à escola porque amigos chamam ele de filho de estuprador, diz Neymar


De acordo com a TV Record, Neymar garantiu às autoridades policias, durante depoimento prestado nesta quinta (13) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, que está sofrendo em meio à acusação de estupro, e garantiu ter usado camisinha durante relação sexual com a modelo Najila Trindade.
 ASSINE AQUI

De acordo com a emissora, o atleta afirmou que usou preservativo e que depois jogou no vaso sanitário do quarto do hotel. Segundo ele, por ser atleta “não poderia se expor”.

A versão é diferente da apresentada por Najila. Segundo ela, o próprio Neymar insistiu para que a relação dos dois acontecesse sem preservativos.
O jogador também teria se emocionado ao fim do depoimento ao dizer que “tem irmã, mãe e um filho de sete anos que não pode ir à escola porque os amigos dizem que ele é filho de um estuprador”.
O caso
O atacante Neymar está sendo acusado de ter estuprado uma mulher em Paris, capital da França. A vítima registrou boletim de ocorrência contra o jogador nesta sexta-feira (31), na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, na capital paulista. O fato teria ocorrido no dia 15 de maio. Neymar é acusado de estuprar mulher.
O nome da mulher é mantido em segredo. No documento, a acusação é de que Neymar a conheceu por meio do Instagram. Ela receberia passagem e hospedagem para viajar até o país, apenas para conhecer o atacante. No encontro entre os dois, o jogador teria chegado embriagado. Após trocas de carícias, a mulher acusou Neymar de ficar agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual sem o consentimento da vítima.