Acusada de matar Gilmara Veras é solta e faz ameaça em rede social - Jornal da Ilha Grande Piauí

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Acusada de matar Gilmara Veras é solta e faz ameaça em rede social

A jovem Kelcyane de Araújo Miranda, de 21 anos, presa na última segunda-feira (15/07), acusada de junto com sua amiga, Bruna Vasconcelos Carvalho, de 20 anos, matar a golpes de faca a jovem Gilmara Veras de Araújo na noite de domingo (14/07), após uma festa na Lagoa do Portinho, zona rural de Parnaíba, já se encontra em liberdade e publicou um texto em forma de ameaça em seu perfil no Facebook.
A vítima foi atingida por pelo menos duas perfurações, uma na região do abdômen e outra na altura do peito esquerdo.
As duas acusadas não resistiram à prisão e confessaram o crime, alegando que agiram em legítima defesa. Bruna ainda confessou ter sido a autora das perfurações. 
Na publicação, Kelcyane afirmou que “Em Parnaíba só tem gata que não serve […] mas atitude não é para todas, para deixar bem claro minha amiga estava brigando com uma e a 'pirangueira' não aceitou ver a amiguinha dela apanhando e foi nas costas dela. Então parem de 'tá' falando merda o que vocês não sabe porque vocês não sabem de nada e eu 'tô' de olho aqui viu gatinhas quem eu vi falando merda”, escreveu ela com risadas no final da publicação.
Uma outra jovem respondeu a publicação de Kelcyane e alertou: "Cuidado que daqui uns dias quem pode 'tá' chorando é a tua mãe e tua filhinha assim como a família da menina que vocês mataram. Tu ao invés de 'tá' pianinho com a tua pulseira de ouro na perna 'tá' é latindo aqui, aqui se faz aqui se paga, daqui uns dias tu 'tá' com tua boca cheia de formiga", escreveu.





FONTE: MEIO NORTE