No Piauí:vítima de violência doméstica com medida protetiva perdoa o agressor e ele a espanca de novo - Jornal da Ilha Grande Piauí

quarta-feira, 3 de julho de 2019

No Piauí:vítima de violência doméstica com medida protetiva perdoa o agressor e ele a espanca de novo


Na noite do último domingo (30), por volta das 21h30min, mais uma ocorrência de violência doméstica foi registrada pelo 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar), na cidade de Picos. Uma mulher com medida protetiva, mas que perdoou o agressor, acabou agredida novamente pelo companheiro.
Esse caso aconteceu na Rua Santo Inácio, no bairro Bomba. A polícia militar divulgou apenas as iniciais dos nomes da vítima e do agressor.
“Um policial de folga ligou para o COPOM pedindo apoio de uma viatura, pois havia se deparado com uma situação de violência. A vítima [J.F.G.F.] apresentava sinais de agressão e confessou ter sido lesionada com um soco no rosto. Relatou ainda que possuía uma medida protetiva de urgência em desfavor de A. O. S., mas que teria perdoado e voltado a conviver”, relatou o Tenente, George Sanches, do 4º BPM.
Ainda de acordo com o militar, uma viatura foi deslocada ao local e conduziu o agressor e a vítima a Central de Flagrantes da polícia civil de Picos.
Medidas Protetivas
As medidas protetivas são mecanismos legais que têm como objetivo proteger um indivíduo em situação de risco. O caso mais comum é da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), que visa proteger mulheres, vítimas de violência familiar e doméstica de serem agredidas novamente.
Fonte: Portal O Povo