Data AZ: PESQUISA APONTA QUE SE AS ELEIÇÕES FOSSEM HOJE, MÃO SANTA VENCERIA - Jornal da Ilha Grande Piauí

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Data AZ: PESQUISA APONTA QUE SE AS ELEIÇÕES FOSSEM HOJE, MÃO SANTA VENCERIA









O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (sem partido), que tem direito à reeleição, lidera a disputa pela cadeira que atualmente ocupa, com 21,8% das intenções de voto em pesquisa espontânea realizada pelo Instituto Data AZ. 


Mão Santa lidera pesquisa para prefeitura de Parnaíba (Foto: Divulgação)


Nessa sondagem, os eleitores indecisos somam 65,24%. Se somados os eleitores indecisos àqueles que disseram não votar em nenhum dos candidatos, em nulo ou branco (2,40%), teremos um percentual de 67,64% de entrevistados desinteressados na eleição, ou seja, dois em três entrevistados estão ou indecisos ou sem interesse na disputa municipal parnaibana de 2020.




José Hamilton ocupa a segunda posição em pesquisa espontânea (Foto: reprodução Youtube)



Na pesquisa espontânea, o ex-prefeito José Hamilton é o segundo nas intenções de voto com 6% das intenções de voto. Nesse tipo de sondagem, além de Mão Santa e Zé Hamilton, nenhum nome obteve mais que um ponto percentual em intenções de voto.


Na pesquisa estimulada, prefeito tem a preferência de 38,40% dos eleitores consultados, seguido pelo ex-prefeito José Hamilton (PTB), com 23%, enquanto na terceira posição aparece o deputado estadual Dr. Hélio (PL), com 12% das intenções de voto. O quarto mais citado é o ex-deputado Deusimar Tererê (PTC), com 7,60%. 




Florentino Neto aparece na quinta posição em pesquisa estimulada (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)


O ex-prefeito Florentino Neto (PT), que perdeu no cargo as eleições para Mão Santa, é somente o quinto colocado na pesquisa estimulada do Instituto Data AZ para a Prefeitura, com 5% das intenções de voto. O atual vice-prefeito da cidade, Marcos Samarone aparece com 2,40%. Os indecisos, nulos e brancos na pesquisa estimulada para a Prefeitura de Parnaíba somam 11,60%.

Mão Santa lidera em cenários de disputa polarizada


O Instituto Data AZ simulou cenários de disputas diretas três e dois candidatos. Em todas o prefeito Mão Santa lidera a preferência dos eleitores.
 


Mão Santa, Zé Hamilton e Dr. Hélio (Fotos: Ascom / Divulgação / Portal AZ)


Caso fossem candidatos Mão Santa, Zé Hamilton e Dr. Hélio, o atual prefeito venceria com 43,40% das intenções de voto, contra 27,80% para Zé Hamilton e 17% para Dr. Hélio. Neste caso, a soma das intenções de voto dos oponentes (44,8%) seria levemente maior que a de Mão Santa.


Em um cenário no qual disputassem com Mão Santa o ex-prefeito Florentino Neto e o deputado estadual Dr. Hélio, o prefeito teria 45,6% das intenções de voto.


Dr. Hélio seria o segundo colocado, com 22,80% e o Florentino viria em terceiro, com 13,80%. A soma das intenções de votos deles (36,60%) está a boa margem de distância de Mão Santa. Uma disputa direta entre Mão Santa e Dr. Hélio seria vencida pelo prefeito com 50,60% contra 29%. Contra Zé Hamilton, este teria 33,40% dos votos e o prefeito ficaria com 50%.


O candidato mais fraco no enfrentamento a Mão Santa é o ex-prefeito Florentino Neto. Se disputasse com o prefeito, o atual secretário estadual da Saúde teria 17,40% das intenções de voto. Mão Santa, 55,60%

Dr. Hélio é o candidato menos rejeitado


Terceiro colocado na pesquisa estimulada para a Prefeitura de Parnaíba, o deputado estadual Dr. Hélio larga em vantagem de menor rejeição em relação a seus eventuais oponentes. Somente 3,60% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum para prefeito.





Dr. Hélio é o menos rejeitado em pesquisa para prefeitura de Parnaíba (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)


O prefeito Mão Santa, que lidera a disputa, tem quase o triplo de rejeição do deputado estadual: 11,20% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Os mais rejeitados são o ex-deputado Tererê (14,20%) e o ex-prefeito Florentino Neto, com 14% de eleitores declarando não votar nele de maneira nenhuma. 


O ex-prefeito José Hamilton tem rejeição de 5,20%, um ponto percentual abaixo do vice-prefeito Samarone, que aparece com 6,20%. Porém, de maneira geral, e considerando um universo de desinteresse e indecisão eleitoral, somam 45,6% os eleitores que não rejeitam os candidatos.
Ficha técnica da pesquisa


Número de entrevistas – 500, sendo 485 na zona urbana e 15 na zona rural.
Universo – 36m bairros e três localidades rurais.
Margem de erro – 4,4% para mais ou para menos.
Data de realização – 6 a 7 de agosto de 2019.
Veja abaixo os gráficos da pesquisa: